quinta-feira, abril 13, 2006

COMPARAÇÕES


A ladainha é recorrente. De cada vez que os políticos têm atitudes irresponsáveis semelhantes às que os deputados protagonizaram ontem com a fuga antecipada para férias, logo aparece alguém - desta vez foi um tal de Rui Silva, ex-deputado do extinto PRD - a desresponsabilizá-los e a dizer-nos que "estes não são os melhores mas sim os disponíveis".
Rui Silva veio recordar-nos que foi feito recentemente um estudo em que se provava que os políticos portugueses são os mais mal pagos da Europa, justificando assim, na sua óptica, a razão de ser da falta de qualidade dos mesmos.
Não tenho a certeza de que os políticos portugueses sejam os mais mal pagos - penso saber que os espanhóis ganham menos do que os portugueses -, mas o que é para mim mais importante é a constatação de que estes senhores a cada momento fazem comparações não com os restantes trabalhadores de Portugal mas com os políticos de países em que o salário mínimo atinge valores que comparados com os portugueses nos fazem corar de vergonha e de inveja - no Luxemburgo, por exemplo, o ordenado mínimo anda à volta de 1300 (mil e trezentos) euros.
Ora, não será também pelo facto de certas classes se compararem, e se fazerem pagar, por padrões da Europa, que a diferença entre ricos e pobres é cada vez mais acentuada em Portugal?
Não considero como válido o argumento que desresponsabiliza os políticos com base nos seus hipotéticos maus vencimentos, que considero exorbitantes (cerca de 4000 euros mensais, sem contar com outras regalias, é o que vencem os deputados),
comparados com o ordenado médio dos portugueses, até porque, se formos por esse campo, estarão criadas as condições para a desresponsabilização também de muitas outras camadas profissionais, essas, sim, bastante mal pagas.

3 Comments:

At 16:03, Blogger pedro oliveira said...

Caro amigo,

Excelente análise.

Os políticos, estes políticos, os políticos que temos, são pessoas, como o senhor, como eu, como todos os que lerão estas palavras.

A questão ímplicita é esta:

deveriam os senhores e as senhoras deputadas ser melhores cidadãos porque têm um salário mais elevado?

se a eficácia e a cidadania estivessem de acordo com o vencimento, que pensar de:
- futebolistas
- apresentadores(as) de programas televisivos
- actores / actrizes
- modelos (meninas e meninos semi-despidos)
- gestores (públicos e privados)

a lista seria demasiado longa, deixar-lhe-ei, apenas, uma reflexão que está relacionada com o seu "post" "A QUEM PEDIR RESPONSABILIDADES?"
e com o nosso dinheiro (dos contribuintes).

«Em Portugal, por exemplo, só há dois concelhos, Aveiro e Constância, em que os postos de trabalho disponíveis são mais que o número de trabalhadores disponíveis»

Quanto ao caso de Aveiro, não conheço e não vou comentar.
Quanto a Constância, conviria saber se serão mesmo postos de trabalho ou será emprego criado, artificialmente, à custa do dinheiro dos contribuintes.
Um exemplo, facilmente, constatável, o número de funcionários da Câmara Municipal de Constância que é um dos maiores empregadores (empregador, não proporcionador de postos de trabalho)) do concelho.
Há vinte anos o concelho era gerido, perfeitamente, com cerca de um décimo dos funcionários.
A área geográfica do concelho é a mesma (em boa verdade diminuiu, pois, a serventia do Campo de Instrução Militar de Santa Margarida aumentou, retirando, assim, espaço gerido à municipalidade) as novas tecnologias estão aí em força o que, teoricamente, faria diminuir a mão-de-obra humana.

Porque precisará então o munícipio de Constância de tantos empregados?

Já, agora, quais são as receitas e as despesas do município que apresenta como exemplo?

comentário publicado aqui:
http://abranteimas.blogspot.com/2006/04/frana-juventude-e-emprego.html

Nota final: Descobri-o, através do "Beja" e gostaria de o conhecer no próximo fim-de-semana... Descartes dizia que: o bom senso é a coisa mais bem distribuída, eu sou mais céptico, fico feliz quando encontro pessoas, realmente, sensatas.

 
At 21:51, Blogger segurademim said...

Óptimo post!
somos muito pouco exigentes é o que é! por isso temos o que merecemos...

beijo, bom domingo de Páscoa :)

 
At 02:43, Blogger RPM said...

Boa noite,
o povo percebeu que esta é a oportunidade da sua vida para se vingar da classe política e não hesita, pq eles não irão dar uma outra abébia tão cedo

RPM
Carnaxide
abraço e bons posts

 

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home