quarta-feira, março 22, 2006



Depois de ouvirmos tantos elogios à política do primeiro-ministro Sócrates, vindos dos sectores mais à direita deste País, também Paulo Portas, referindo-se ao conselho nacional do CDS e ao congresso do PSD, nos veio dizer que ele [Sócrates) foi o grande vencedor dos mesmos.
Face a esta unanimidade em torno dos "méritos" de José Sócrates, proponho que de imediato estes partidos, a direita em geral e quem mais quiser se unam e façam uma oferta pública de aquisição (OPA) do primeiro-ministro.
Estou persuadido de que Sócrates não se importaria - no fundo, seria um regresso às origens, de onde, pelo que vamos vendo, nunca terá saído... Muita gente do PS, tenho quase a certeza de que a maioria, não consideraria a OPA hostil...
Esta OPA teria a virtude de definitivamente aclarar os campos e de não permitir jamais que alguém que se diz de um lado esteja totalmente do outro.

PS (salvo seja). - Tenho sérias dúvidas de que esta OPA se venha a concretizar; no fundo, qual a necessidade que a direita tem em investir mais, quando mesmo sem a oferta pública de aquisição já está conseguindo tantos lucros?

Posted by Picasa

1 Comments:

At 23:51, Blogger ruy said...

Tem razão. Em termos ideológicos nunca a confusão foi tão grande. Os partidos preocupam-se apenas com questões tácticas e desprezam até a ideologia que os devia suportar.

 

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home