quinta-feira, janeiro 05, 2006

GRÂNDOLA, VILA MORENA


E A CANDIDATURA
DE CAVACO SILVA

Neste vale-tudo em que se transformou a campanha para as presidenciais confesso que já não me surpreendo com quase nada. Não obstante, confesso que não esperava ouvir ser cantada num comício de Cavaco Silva a Grândola, Vila Morena.
É meu entendimento que a obra de um artista é de todos - com o devido respeito pelos direitos do autor, como é óbvio -, mas ouvir alguém cantar Zeca Afonso que é declaradamente contra tudo o que Zeca defendeu (defende) fez-me uma certa confusão.
Soa-me a reles oportunismo e a falta de respeito pelo Zeca e por todos aqueles que fazem da sua obra um guia e muitas vezes uma arma de luta contra estes que agora também cantam Zeca para mais facilmente enganar os incautos.

4 Comments:

At 16:15, Blogger Armando S. Sousa said...

Se Zeca Afonso pudesse ter conhecimento disto, daria voltas e voltas no túmulo.
Um abraço.

 
At 19:06, Blogger Evaristo said...

Oh David, isto mostra que o povo de Grandola está a mudar... mas continua a cantar as canções de sempre. De resto, se o Zeca faz parte do património português, não o podem ocultar do povo eleitor. Se o Zeca ainda fosse vivo, nos tempos que correm, talvez até votasse Cavaco.

 
At 19:59, Blogger adavid said...

Amigo Evaristo:
Longe de mim pretender cercear a liberdade de alguém. Quando digo que a obra de um artista é de todos, é isso precisamente que quero dizer.
Quanto à eventualidade de hoje Zeca votar Cavaco, infelizmente é algo que não podemos saber.
Como tal, temos de nos reportar à sua obra e essa é que conta. E ela foi, inequivocamente, contra muitos destes que hoje se arregimentam em torno de Cavaco.
Um abraço.
Até amanhã.

 
At 17:51, Blogger segurademim said...

Não lembra ao diabo... pensar que o Zeca pudesse apoiar cavacos

:(

 

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home